Técnico em Prótese Dentária, profissão milionária.

Atualizado: Out 9



Quase toda semana eu recebo a mesma pergunta: "Prótese dentária dá dinheiro?". Se eu fosse responder como os posts que circulam por aí nas redes sociais, eu diria: "Quem dá dinheiro é pai e mãe, na prótese tem que trabalhar mesmo".


Brincadeiras à parte, durante os últimos 15 anos, eu tive a oportunidade de conhecer diversos Técnicos em Prótese Dentária, no Brasil e em Portugal. E uma coisa eu posso dizer com toda certeza, é possível enriquecer com esta profissão. Mas, assim como em outras carreiras, é preciso muita dedicação, paciência, persistência e estratégias para isso acontecer.


Neste período, pude observar e conversar com esses profissionais e entender o que eles fizeram para atingir o sucesso profissional e financeiro. Eis aqui as 7 características principais de quem chegou lá no mercado de prótese dentária:


1. Tubarão não nada com sardinha

Se você for a um congresso ou entrar em um grupo no Facebook de profissionais de prótese dentária, o que você mais irá encontrar são profissionais reclamando da profissão, dos colegas, dos dentistas e do CRO. Sei que têm muitos técnicos que não valorizam a própria profissão e muitos dentistas que não respeitam os técnicos, mas o objetivo deste artigo é mostrar o que os profissionais de sucesso estão fazendo, e você não irá encontrá-los nas rodinhas onde o tema principal é reclamar de alguma coisa.

Você é a média das 5 pessoas com quem mais convive. A escolha é sua. Se você quer enriquecer na profissão, precisa selecionar bem quem são as pessoas com quem você dedica a maior parte do seu tempo. Afinal, tubarão não nada com sardinha. Quer ter sucesso na profissão? Procure passar a maior parte do tempo com quem pensa da mesma forma.


2. Conhecimento nunca é demais

Os profissionais que são referência neste mercado, investem tempo e dinheiro em aprimoramento profissional e desenvolvimento pessoal. Quantos cursos de aperfeiçoamento técnico você já fez? Quantos livros sobre vendas e marketing você já leu? Quantos cursos sobre gestão estratégica você já fez? Quanto você já investiu em autoconhecimento? Se a sua resposta for muito e, mesmo assim, você não está tendo resultado, posso arriscar dizer, com quase 100% de chances de acerto, que você não aplicou o que aprendeu. Saber e não fazer é o mesmo que não saber.


3. A matemática do milhão

Os técnicos bem-sucedidos sabem quanto eles têm que fazer para obter o resultado que desejam. Faça as contas do milhão:

  • 500 Facetas a R$ 2.000,00 = R$ 1.000.000,00

  • 1.000 Facetas a R$ 1.000,00 = R$ 1.000.000,00

  • 2.000 Facetas a R$ 500,00 = R$ 1.000.000,00

  • 4.000 Facetas a R$ 250,00 = R$ 1.000.000,00

  • 200 Protocolos a R$ 5.000,00 = R$ 1.000.000,00

  • 334 Protocolos a R$ 3.000,00 = R$ 1.000.000,00

  • 667 Protocolos a R$ 1.500,00 = R$ 1.000.000,00

Em quanto tempo você consegue fazer a quantidade que precisa? Se for mais que 2 anos, invista tempo e dinheiro em conhecimento sobre vendas, para aprender como aumentar a percepção de valor do seu trabalho para você conseguir aumentar os seus preços e conquistar o resultado em menos tempo.


4. Quem tem o meu dinheiro?

Agora que você já fez as contas de quantos trabalhos precisa fazer para ter um milhão, é hora de saber quem está com o seu dinheiro. Por exemplo, se você vende facetas a R$ 500,00, faça uma lista com os nomes dos dentistas da sua cidade que estão dispostos a pagar isso pelo seu trabalho. Se os que estão na sua cidade não forem o suficiente, faça uma lista com os nomes dos profissionais das cidades vizinhas. Se não for o suficiente, faça uma lista com os nomes dos estados vizinhos. Ou em outro país. Até chegar ao número em que você consiga atender todos, dentro de uma carga horária diária digna de quem se valoriza.


5. Os profissionais quebram por dois motivos

Ou eu não te conheço ou eu me esqueci de você.

Você já pensou porque a Coca-Cola, mesmo vendendo-se sozinha, nunca parou de fazer propaganda desde a sua existência?

Simples. Porque se ela parar de fazer propaganda e a Pepsi continuar, a Pepsi passa a Coca em número de vendas. Pode acreditar, isso acontece nos Estados Unidos. Lá, a Pepsi faz mais propaganda que a Coca-Cola, e por isso, vende mais.

Não é o melhor que vende mais, vende mais quem aparece mais.

Invista o máximo que puder em propaganda. Lembre-se, quem não é visto não é lembrado.


6. Não esconda nada de ninguém

Aprendeu uma coisa nova que te permitiu subir um degrau? Compartilhe com seus amigos. Ajudar os colegas de profissão não aumenta a sua concorrência, aumenta a admiração que os outros têm por você. E ainda por cima, reforça o seu aprendizado. Você não conseguiria atender todos os clientes do mercado sozinho. O sol nasceu pra todos.


7. Alimente a sua fé e não o seu medo

Fé e medo são dois sentimentos que nos fazem acreditar apenas naquilo que existe em nossa mente. A fé nos faz acreditar que algo bom irá acontecer e o medo nos faz acreditar que algo ruim irá acontecer. Alimente a fé e se der medo, vai com medo mesmo, mas vai. Faça alguma coisa. Saia da inércia. Aja apesar do medo.

Quer aprender técnicas de vendas com quem entende do seu mercado? Clique no link e acesse agora mesmo o curso Vendas & Atendimento para Protéticos.



Fernando Augusto é coach especialista em mercado odontológico; Master Practitioner em PNL; Pós-Graduado em Administração de Empresas pela FGV; Pós-Graduado em Marketing pelo IPAM Lisboa; Graduado em Comunicação Social pela Uninove; Conselheiro na Associação dos Técnicos em Prótese Dentária do Paraná; Coautor de 3 Livros: Coaching & Autorrealização, Novo Manual de Coaching e Vendas & Atendimento; Tem 15 anos de experiência no mercado odontológico, dos quais, quatro atuando em Portugal, na filial europeia da Neodent.


#prótesedentária #tpd #protético #técnicoemprótesedentária #apdesp

2,191 visualizações